Como está a saúde financeira do seu home care?

Como está a saúde financeira do seu home care?
Como está a saúde financeira do seu home care?

O mercado de home care é um dos mais prósperos no Brasil hoje, dentro da área da saúde ele vem se destacando cada vez mais, porém, só o crescimento do mercado é suficiente para garantir que a saúde financeira da sua empresa esteja em dia?

A resposta é não e a gente te explica o porquê. 

Quadro geral: o mercado de home care hoje

“Segundo o Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNES) […] o setor teve um aumento de 22,8% no país – o número de estabelecimentos saltou de 676, em junho de 2018, para 830 em dezembro de 2019.” (Dados do Censo Nead 2019/2020, realizado pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas)

Apesar de ser um dos setores da saúde que mais cresce no Brasil, as empresas de home care / cuidados domiciliares normalmente nascem das áreas técnicas, enfermeiros, fisioterapeutas, médicos, entre outros profissionais que já estão inseridos no mercado e então decidem empreender. 

Porém, enquanto o conhecimento técnico é um diferencial para a maioria das áreas do negócio, os setores financeiros e de gestão podem acabar sendo negligenciados justamente por não fazerem parte da rotina que o novo empreendedor está acostumado a manter. 

Pensando nisso, no artigo de hoje, elencamos 4 sintomas que podem indicar o início de problemas mais graves na saúde financeira do seu home care, são eles: 

1. Fortes dores de cabeça: Não ter controle do fluxo de caixa

Sem acompanhar quanto sua empresa tem para pagar e receber, qual tem sido sua receita mensal, se o fluxo de caixa está em dia, se você está fechando ou não no vermelho, como você vai conseguir tomar decisões que realmente reflitam as necessidades do seu negócio?

Por mais que você venha de uma área mais técnica e o financeiro não seja bem a sua praia, esse acompanhamento é fundamental para entender como sua empresa está andando. 

Poderíamos comparar as transações financeiras da empresa ao sangue, elas são as responsáveis por distribuir vida e recursos por cada setor da empresa, mantendo tudo girando e em funcionamento. 

2. Ansiedade e desconforto: Não saber quando sua empresa está preparada para assumir mais pacientes

Na hora de aceitar um novo paciente, você sabe quais ajustes vai ter que fazer na operação para atender essa demanda ou só diz que sim e depois pensa em como dar um jeito? 

Há diversos problemas em sempre deixar para resolver apenas quando a demanda aparece, entre eles: a perda de oportunidades para as quais você não estava preparado, a queda na qualidade dos serviços prestados, ficar devendo entregas e assim por diante.

Quando falamos sobre crescer/escalar o seu home care/ empresa de cuidados domiciliares o segredo está no equilíbrio, não há nada de errado em crescer aos poucos, com o aumento da demanda, porém, processos claros te ajudam a crescer no ritmo certo porém de forma prática e organizada, sem gastar mais do que o necessário nem diminuir a qualidade do serviço prestado. 

Uma boa analogia para essa conta é o Balanço Hídrico (BH)  do Paciente, que é definido como o processo que envolve a mensuração e registro do total de líquidos administrados/ ingeridos e eliminados pelo paciente num período de 24 horas. Seu resultado deve ser equilibrado, de forma que o volume de líquidos administrados seja igual ou muito próximo do volume de líquidos eliminados.

3. Visão embaçada: Não ser capaz de identificar os gargalos do próprio negócio

Sem acompanhar o fluxo de caixa, você não sabe em quais áreas da empresa está gastando mais do que deveria.

Com a folha de pagamento bagunçada você nunca sabe realmente quanto está custando a mão de obra especializada.

Quando o gerenciamento de estoque falha você perde dinheiro por deixar medicamentos parados na prateleira. 

E esses são problemas que todo home care enfrenta, eles fazem parte do processo por assim dizer. O que muda aqui é que, se você tem controle e monitora esses indicadores, fica fácil entender o que está saindo da curva e precisa receber mais atenção em cada momento. 

4. Formigamento: Falta de planejamento de curto, médio e longo prazo

O formigamento é aquela sensação de paralisia, que não deixa você mover uma parte do corpo por algum tempo. A falta de planejamento vai fazer exatamente a mesma coisa com a sua empresa, impedir que ela siga em frente ou, pior ainda, que ela saiba pra onde seguir. 

Sabe aquela história de que quando a gente não sabe o que quer, qualquer caminho serve? Pois ela é real e cabe a você decidir se quer estar no controle dos passos que sua empresa está dando ou se prefere, literalmente, pagar pra ver. 

Se esses são sintomas comuns e recorrentes na sua empresa de home care / cuidados domiciliares, receitamos que você procure, hoje mesmo, ajuda especializada. 

O SpinCare é um software para quem não tem tempo e dinheiro a perder, por ser especializado na gestão de empresas como a sua, ele tem o remédio perfeito para deixar a saúde financeira do seu negócio em dia. 

Conheça o módulo de Gestão e Finanças do SpinCare e entenda como eliminar o excesso de planilhas, melhorar o desempenho da sua empresa e evitar fraudes, solicite uma demonstração agora mesmo!

Alguns dos gifs deste post foram retirados do Giphy, caso um seja de sua autoria, entre em contato conosco para darmos os devidos créditos ou retirarmos da publicação.