Gestão de escalas: por que esse é um dos maiores desafios do home care?

Gestão de escalas: por que esse é um dos maiores desafios do home care?
Gestão de escalas: por que esse é um dos maiores desafios do home care?

Uma das grandes verdades, seja das empresas de home care e de cuidadores de pessoas, das clínicas de geriatria ou casas de repouso, é que nosso trabalho é, sobretudo, sobre pessoas, tanto sobre cuidar das pessoas e fazer com que elas se sintam acolhidas, quanto sobre gerir pessoas e criar um ambiente onde elas possam desenvolver um bom trabalho. 

É por isso que a gestão de escalas se configura como um dos maiores desafios que esse tipo de negócio enfrenta, são inúmeras as variáveis que permeiam essa função tão primordial do home care

Neste artigo, listamos os principais obstáculos e damos indicações de como elas podem ser resolvidas. 

Vamos nessa? 

01. Quando um profissional do home care não pode cumprir seu turno

Todo gestor de home care já passou pelo momento onde o profissional simplesmente não aparece pra trabalhar, ou fica doente e você não tem um substituto imediato. 

Até conferir todas as tabelas de escalas e descobrir quem pode cobrir aquele turno são perdidos minutos preciosos em que o paciente fica desassistido e a família, nervosa. 

A falta de um profissional é sentida em todos os tipos de negócios, são imprevistos da vida, mas nos cuidados domiciliares, esse pequeno gap é capaz de gerar grandes transtornos. 

O caminho, nesse caso, é ter uma escala eficiente, que te ajude a substituir o profissional com agilidade, além de contar com um banco extra de profissionais que podem ser usados como cartas na manga quando sua equipe padrão estiver indisponível. 

02. A temida hora de fechar a folha de pagamento

Quando ocorrem muitas mudanças de escalas durante o mês, o que a gente sabe que sempre acontece, a hora de sentar para reunir todas aquelas planilhas de escalas, entender as letrinhas borradas e tentar organizá-las de uma forma que faça sentido na folha de pagamento pode ser um verdadeiro pesadelo. 

Pagamentos errados e revisões de contracheque são retrabalhos comuns nesse caso e fazem o gestor perder um tempo preciso, além , é claro, de diminuir a confiança dos colaboradores na empresa. 

A resposta, como no caso anterior, repousa em uma organização mais dinâmica, que automatize as escalas e sempre que um funcionário termine seu turno, já adicione-o no pagamento daquele mês. O SpinCare, software de gestão especializado em home care tem uma função específica para este fim, você pode conferi-la clicando aqui.

03. Um erro que pode custar mais do que dinheiro

Como tratamos anteriormente, a gestão de escala não é só um problema da parte administrativa da empresa, é claro que enquanto gestor você precisa pensar no financeiro e no RH, em ter bons profissionais e prestar um serviço de qualidade. 

Mas talvez o que mais pesa nesse descompasso de escalas seja o quanto essa falha pode ser sentida pelo paciente e sua família. 

Um profissional demorar uma hora a mais para chegar pode mudar completamente a rotina de um paciente, fazer ele perder o horário de um remédio ou procedimento, atrasar um familiar para o trabalho e diversas outras consequências que só tendem a piorar a partir daqui. 

Sem falar ainda no tempo precioso gasto para montar a escala e acomodar a matriz de pacientes x profissionais com respectivas restrições de cidade, região, habilidades, férias, doença, plantão em outro local e tantas outras variáveis que podem surgir no meio do processo.

É por isso que manter uma gestão de escala eficiente é fundamental para manter a reputação do seu negócio intacta. 

04. A insegurança das famílias com relação ao home care

Seguindo a lógica do item anterior, a confiança das famílias dos pacientes na sua empresa também começa a ser abalada quando esse tipo de erro se repete. Nós estamos em um ramo onde precisamos criar uma relação de confiança muito forte com nossos clientes, afinal, eles estão depositando a vida de pessoas queridas nas nossas mãos. 

Uma das formas que nós percebemos de melhorar esse relacionamento é dando mais informações às famílias, para isso, criar um aplicativo onde o familiar responsável pode acompanhar o plano de cuidados do paciente, ver quando o profissional de saúde chegou e saiu de sua casa, além de acompanhar o andamento e desempenho das atividades.

Dessa forma, as famílias se sentem mais no controle do que está acontecendo quando não estão presentes, gerando uma sensação maior de amparo. 

Para entender como essa funcionalidade da SpinCare funciona e como implementá-la no seu home care, visite nossa página.

No fim do dia, não existe uma única fórmula para gerir as escalas de um home care com total eficiência e segurança, cada negócio é único e é preciso entender, dentro dessas particularidades, o que funciona para a sua empresa e ir melhorando a cada dia. 

Se você quer fazer parte do seleto grupo de empresários do ramo de saúde domiciliar que já estão crescendo com o SpinCare, o mais moderno software de gestão especial para empresas de home care. Clique aqui e saiba mais!